Prefeitura de São Paulo (SMADS) identifica meninas suspeitas de furto

A Secretaria de Assistência Social de São Paulo identificou seis garotas suspeitas de integrarem o grupo que ficou conhecido como "meninas do arrastão", que praticam pequenos furtos a pedestres e comércios na Vila Mariana, na Zona Sul da capital paulista.
Segundo a secretaria, três famílias foram contatadas na quinta-feira. Uma equipe de assistentes sociais de Cidade Tiradantes, bairro da Zona Leste paulistana, conseguiu fazer contato com os familiares. Contudo, essas meninas não voltaram para suas casas. Elas estão em casas de parentes.
Essas famílias, de acordo com  a secretaria, já recebem apoio e serão incluídas em programas transferência de renda, capacitação, inserção no mercado de trabalho, como também cestas básicas.
Há suspeita de que adultos estariam por trás dos arrastões ocorridos na Vila Mariana. Das 13 crianças suspeitas de participar dos arrastões, 11 seriam de Cidade Tiradentes e duas de São Mateus.

Redação SRZD | Nacional | 11/08/2011 12h28

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PREFEITO ANUNCIA PRORROGAÇÃO DA ANUALIDADE E OUTRAS MEDIDAS EM REUNIÃO COM O FAS

PUBLICADO PORTARIA 01/SMADS/2020 QUE TRATA DOS REAJUSTES DOS CONVÊNIOS

PREFEITURA ANUNCIA REAJUSTE DOS CONVÊNIOS EM 3,7% RETROATIVO A JANEIRO DE 2020