Câmara de Vereadores de SP debate psicólogos e assistentes sociais em escolas


RenattodSousa

Por iniciativa do vereador Jamil Murad (PCdoB), a Câmara Municipal de São Paulo (CMSP) realizou nesta quinta-feira (9) o debate "Expressões Sociais no Cenário Escolar", que debateu, dentre outras coisas, a derrubada do veto ao Projeto de Lei (PL) 280/09, de autoria do próprio Murad, que dispõe sobre a implantação de serviço social e psicológico nas escolas da rede municipal.

"O projeto foi vetado pelo Executivo, talvez porque o prefeito foi mal assessorado na questão, mas os acontecimentos de bullyng e violência nas escolas colocam na ordem do dia essas necessidades. Existem propostas para a instalação de detectores de metais na porta das escolas, ou colocar um soldado nas salas de aula. Isso só piora a situação, temos de acabar com as desavenças e a intolerância", disse o vereador.

Compuseram a mesa do evento Carmem Taverna, do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo; Eliana Canteiro e Tiago Barbosa, do Conselho Regional de Serviço Social de São Paulo; e Marilene Proença, da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional.

O vereador Jamil Murad disse que do debate dessa quinta será tirado um documento em favor do PL. Juntamente com um abaixo assinado que já circula na sociedade pela derrubada do veto do prefeito, essa carta será entregue ao Executivo e à sociedade, como forma de pressionar a administração municipal pela validação do projeto. "Temos que fazer chegar ao prefeito e a sociedade os fundamentos que justificam o projeto, buscando caminhos inteligentes e adequados para esse problema", completou.

(09/06/2011 – 19h06)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

URGENTE! PUBLICADO A SENTENÇA ARBITRAL DO DISSÍDIO COLETIVO DA CATEGORIA!

Legislação Participativa debate direito à assistência social e financiamento do setor

PREFEITO ANUNCIA PRORROGAÇÃO DA ANUALIDADE E OUTRAS MEDIDAS EM REUNIÃO COM O FAS