Polícia já sabe que corpo encontrado carbonizado no Bras é de um homem

Testemunha esteve na delegacia para prestar depoimento.
É o segundo caso de morador de rua queimado em menos de uma semana.
O corpo encontrado carbonizado no Brás, no Centro de São Paulo, no
fim de semana, é de um homem. É o segundo caso em menos de uma semana.
Para o delegado que investiga o crime, Kleber Altale, pode haver
ligação entre as duas mortes.
A polícia voltou à Rua Pires Ramos, local do último ataque, para
conversar com os moradores. Na noite de sábado (7), um corpo
carbonizado foi encontrado dentro de uma carroça, amarrado com arame.
saiba mais
Polícia investiga morte de vítima amarrada a carroça em SP
A polícia já sabe que se trata de um homem de 1,68 metro de altura,
magro e sem dentes na parte inferior da boca. Uma testemunha, que fez
imagens com o aparelho celular, esteve na delegacia para prestar
depoimento.
Na quarta-feira (4), outra pessoa também morreu carbonizada em uma
rua próxima. Imagens de uma câmera de segurança, divulgadas pela
polícia, mostram o momento em que um homem se aproxima de uma carroça
e ateia fogo. Os policiais investigam se o homem na carroça já estava
morto quando foi queimado. Sete pessoas foram ouvidas.
Os dois casos seguiram para o Departamento de Homicídios e Proteção à
Pessoa (DHPP). A polícia já pediu imagens de outras câmeras de
segurança da região onde aconteceram os assassinatos e não descarta a
ligação entre os crimes.
Até agora, ninguém foi preso. Em abril, um morador de rua brigou com
três pessoas no Jaçanã e foi jogado em uma fogueira. Ele está
internado na unidade de queimados do Hospital Municipal do Tatuapé. O
estado de saúde dele é estável, mas não há previsão de alta.

Do G1 SP
09/05/2011 19h35 - Atualizado em 09/05/2011 19h35

Polícia já sabe que corpo encontrado carbonizado no Bras é de um homem Polícia já sabe que corpo encontrado carbonizado no Bras é de um homem Reviewed by Juan on maio 10, 2011 Rating: 5

3 comentários

  1. Ana Beatriz10/5/11

    Violência contra as pessoas que estão com todos os seus direitos violados! Violência não se justifica em hipótese alguma, muito menos contra pessoas em situação de rua. Tristeza, indignação e revolta são os meus sentimentos.
    Agora fica uma pergunta: Existem Centros de Acolhida para carroceiros? Que acolhem as pessoas, suas carroças (instrumento de trabalho) e seus cachorros (amigos fiéis e companheiros)?

    ResponderExcluir
  2. Francisco Aníbal11/5/11

    Pois é Ana Beatriz, a situação está ficando insustentável. O a sociedade reage ou nos tornamos cúmplices.
    Abaixo a impunidade.

    ResponderExcluir
  3. Pe. Lédio Milanez, rcj11/5/11

    Contra a Impunidade dos Crimes contra as Pessoas em Situação de Rua.
    Entendendo que os crimes contras os moradores em situação de rua na cidade de São Paulo não são casos isolados, nós, abaixo-assinados, exigimos que as autoridades do legislativo, executivo e judiciário nas três esferas de governos investiguem e coíbam estes crimes. A impunidade é a causa maior desta violência. Não à impunidade! Sim à condenação dos responsáveis!
    http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=LED2011

    ResponderExcluir

Muito obrigado pelo seu comentario