Assistente Social Escolar: O que é isso?

Você estudante ou profissional inserido na escola tradicional, como pedagogo, professor de disciplinas específicas, orientador ou supervisor educacional, deve estar se perguntando, o que têm a ver Assistente Social com Escola ou Educação?
 
Desde minha formação inicial, na Graduação em Serviço Social, tenho dedicado parte do meu tempo para poder estudar o que a inserção do Assistente Social representa para a educação brasileira. Aliado aos meus estudos, atuei como Assistente Social em três Redes de Educação, o que possibilitou o fortalecimento de minhas pesquisas e proposições.


Primeiramente, precisamos reconhecer que a escola atual não comporta mais as demandas oriundas dos nossos alunos e suas famílias, sendo, como já afirmei em alguns artigos que a família do século XXI tem sofrido inúmeras transformações, seja estas de âmbito social, político e cultural.


Assim, entendemos que a escola não tem como propiciar suporte às necessidades presentes com o mesmo quadro de profissionais de séculos passados. Deste modo, compreende-se que o Assistente Social, é um dos profissionais que deve ser inserido urgentemente neste contexto.


A família, como foco principal de atuação do Assistente Social, é uma agente importante para essa mudança que a educação precisa. Pois atendimento integral ao aluno, só se efetiva na medida em que contemplamos a sua família na intervenção.


Ainda é importante destacar, quais valores e princípios norteiam a atuação do Assistente Social Escolar, no que se refere a família.


Vislumbramos na família, sua emancipação, autonomia, cidadania, enfim suas potencialidades, as quais muitas vezes, em detrimento das problemáticas vivenciadas, estão adormecidas. Acreditamos sim, na transformação social, não aquela que acontece de um dia para o outro, porém temos o papel de promover o conhecimento, o acesso as informações e a constante reflexão sobre as situações cotidianas.


Enfim, o Assistente Social dempenha um trabalho educativo, o qual transcende as concepções e julgamentos, que a sociedade impõe sobre os sujeitos.

Mais referencias do mesmo autor:

Por: André Michel dos Santos
Assistente Social; Especialista em Gestão Educacional/UFSM; Especialista em Educação Ambiental/UFSM e Mestrando em Educação/UNILASALLE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PREFEITO ANUNCIA PRORROGAÇÃO DA ANUALIDADE E OUTRAS MEDIDAS EM REUNIÃO COM O FAS

PUBLICADO PORTARIA 01/SMADS/2020 QUE TRATA DOS REAJUSTES DOS CONVÊNIOS

PREFEITURA ANUNCIA REAJUSTE DOS CONVÊNIOS EM 3,7% RETROATIVO A JANEIRO DE 2020