PROJETO CADE APOIA JOVENS EM PROJETOS CULTURAIS

Consultoria gratuita ajuda a obter financiamento para projetos. Muitos jovens artistas têm determinação e iniciativa para realizar projetos culturais, mas a falta de orientação e informação torna-se um grande obstáculo para irem adiante. Para resolver esse problema, quem tem entre 15 e 29 anos e mora no Estado de São Paulo agora pode recorrer ao Centro de Apoio ao Desenvolvimento e ao Empreendedorismo (CADE) e obter ajuda para conseguir financiar seus projetos artístico-culturais.

Um dos serviços disponíveis no CADE é a “roda de conversa”, que permite aos futuros empreendedores trocar experiências e informações com quem já passou pela mesma situação e pode dar dicas de como superar as dificuldades. A primeira delas está agendada para o dia 31 de março, das 18h às 20h. Ela será com o grafiteiro Quinho, do Grupo Manifestatintação, cujos trabalhos foram contemplados por diversos editais, como foi o caso dos projetos Oficinarte Ação Cultural e Ligando os Muros – Quadrinhos Grafitados na Comunidade, que foram financiados pela Secretaria Municipal de Cultura e pela Secretaria de Estado da Cultura, respectivamente.

O encontro será na Uneafro, localizada na Rua da Abolição, 167 – 1º andar – Bela Vista (próximo ao Metrô Anhangabaú). As inscrições nesta roda ou no projeto devem ser feitas por telefone (11-3337-1602), e-mail (projetocade@ah.org.br, cade@ah.org.br ou juventude@sp.gov.br) ou pessoalmente, no CADE (Travessa Calado, 9 – Liberdade).

O Centro foi criado por iniciativa da Coordenadoria Estadual da Juventude e é executado desde o final de janeiro deste ano pela Associação Horizontes, entidade sem fins lucrativos que visa promover a geração de trabalho e renda. “Alguns jovens nem sabem que existem financiamentos para esses tipos de projeto e, quando sabem, não têm ideia de quais são os prazos e de como se inscrever nos editais. Diante dessas dificuldades, eles acabam se sentindo desmotivados. Estamos aqui para mudar essa história!”, explica o presidente da Horizontes, Marcelo Rocha.

No CADE, o jovem tem à sua disposição todo tipo de informação sobre possibilidades de financiamento, dicas a respeito da estruturação de projetos culturais, cursos de aprimoramento de suas habilidades e até bate papos com jovens empreendedores. Além da roda de conversa, o projeto tem outras três vertentes de serviços disponíveis: balcão de informações, atendimento individual e cursos de apoio.

No balcão de informações, é possível esclarecer dúvidas sobre os financiamentos existentes e questões como prazos, endereços e contatos. Já no atendimento individual, que dura uma hora e precisa ser pré-agendado, os interessados recebem informações mais detalhadas. Isso inclui a orientação de como redigir o texto do projeto, definir a sua infraestrutura e apresentação e compor seus custos. Os atendimentos podem ser feitos online, por telefone ou pessoalmente, sendo eles individuais ou em grupo.

O programa também disponibiliza cursos de apoio para o aperfeiçoamento das competências necessárias para ser um empreendedor de sucesso. Eles são realizados esporadicamente, a partir das dificuldades detectadas nos atendimentos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PREFEITO ANUNCIA PRORROGAÇÃO DA ANUALIDADE E OUTRAS MEDIDAS EM REUNIÃO COM O FAS

PUBLICADO PORTARIA 01/SMADS/2020 QUE TRATA DOS REAJUSTES DOS CONVÊNIOS

PREFEITURA ANUNCIA REAJUSTE DOS CONVÊNIOS EM 3,7% RETROATIVO A JANEIRO DE 2020