Municípios precisam atualizar cadastros de 1,3 milhão de beneficiários do Bolsa Família

Em São Paulo são 151. 868 beneficiarios em total. Confira a tabela:Quem precisa informar dados como alteração de endereço, renda e número de integrantes da família recebe no extrato do benefício o comunicado do MDS. Cabe às prefeituras fazer campanhas chamando os beneficiários a fazer a atualização cadastral junto aos gestores do programa.
Brasília, 16 – Em 2011, os municípios brasileiros precisam atualizar os cadastros de mais de 1,3 milhão de beneficiários do Bolsa Família, programa de transferência de renda do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). A atualização cadastral inclui informações como mudança de endereço ou da renda mensal e aumento ou diminuição das pessoas da família.

Esse processo de confirmação ou alteração das informações gerais dos beneficiários foi introduzido pelo Decreto nº 6.135, de 2007, e deve ser feito a cada dois anos. O prazo final para a atualização dos dados é 31 de outubro de 2011. Quem estiver com os dados desatualizados há mais de dois anos e não passar pela revisão cadastral corre o risco de perder o benefício do Bolsa Família. Na etapa de 2010, 270 mil famílais tiveram benefícios cancelados por falta de atualização cadastral. Em 2009, o número de cancelamentos atingiu cerca de 550 mil famílias.

A atualização das informações permite que os gestores conheçam melhor a situação das famílias, reforçando o foco do programa e fazendo com que os benefícios cheguem a quem de fato necessita. As famílias que precisam realizar o recadastramento este ano estão recebendo avisos nos extratos bancários emitidos junto ao pagamento do Bolsa Família e devem procurar as prefeituras. Já os  gestores municipais têm disponibilizada, pelo MDS, a listagem das famílias que devem ter os dados atualizados, e também devem fazer campanhas de chamamento para alertar a população beneficiária.

A revisão cadastral é feita em parceria com os municípios e funciona como mecanismo para aprimorar o Bolsa Família. O principal programa de transferência de renda do Governo Federal destina mensalmente mais de R$ 1,2 bilhão a 12,9 milhões de famílias em todo o País. Para garantir o benefício, as famílias precisam manter os filhos na escola, a agenda de saúde em dia e, pelo menos a cada dois anos, atualizar dados como renda, endereço e escola dos filhos.

Rogéria de Paula
(61) 3433-1105
Ascom/MDS
www.mds.gov.br/saladeimprensa
 


Estados Famílias que precisam
atualizar dados em 2011
(dados de janeiro)
Acre 6.997
Alagoas 49.174
Amapá 5.080
Amazonas 21.423
Bahia 137.863
Ceará 111.968
Distrito Federal 23.755
Espírito Santo 21.944
Goiás 24.528
Maranhão 85.972
Mato Grosso 15.044
Mato Grosso do Sul 12.119
Minas Gerais 118.378
Pará 57.818
Paraíba 50.886
Paraná 47.156
Pernambuco 107.405
Piauí 41.414
Rio de Janeiro 96.063
Rio Grande do Norte 31.946
Rio Grande do Sul 51.239
Rondônia 14.872
Roraima 2.570
Santa Catarina 15.850
São Paulo 151.868
Sergipe 17.591
Tocantins 10.025
Total Brasil 1.330.948

Regiões
Famílias 
Centro-Oeste 75.446
Nordeste 634.219
Sudeste 388.253
Sul 114.245
Norte 118.785

Fonte: Secretaria Nacional de Renda de Cidadania/MDS
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PREFEITO ANUNCIA PRORROGAÇÃO DA ANUALIDADE E OUTRAS MEDIDAS EM REUNIÃO COM O FAS

PUBLICADO PORTARIA 01/SMADS/2020 QUE TRATA DOS REAJUSTES DOS CONVÊNIOS

PREFEITURA ANUNCIA REAJUSTE DOS CONVÊNIOS EM 3,7% RETROATIVO A JANEIRO DE 2020