TJ-SP: transexual ganha direito de mudar de nome

Felipe Marangão Galdino de Carvalho passará a ser Amanda Marangão Galdino de Carvalho
Um transexual ganhou, na Justiça de São Paulo, o direito de mudar seu nome em seus documento pessoais para um do sexo feminino. Felipe Marangão Galdino de Carvalho passará a se chamar Amanda Marangão Galdino de Carvalho.

Na decisão, a juíza Paula de Oliveira, do Forum de Marília, escreveu que "insistir em manter, em seu assento de nascimento, a indicação de prenome e estado sexual que não correspondem, em absoluto, à maneira como aparece em suas relações com o mundo exterior, significa condená-lo a uma situação de incerteza, angústias e conflitos, impedindo-o, ou ao menos dificultando-lhe o exercício das atividades de seres humanos, negando-lhe o direito da cidadania".
Assista ao vídeo:
http://noticias.r7.com/sao-paulo/noticias/tj-sp-transexual-ganha-direito-de-mudar-de-nome-20110104.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

URGENTE! PUBLICADO A SENTENÇA ARBITRAL DO DISSÍDIO COLETIVO DA CATEGORIA!

Legislação Participativa debate direito à assistência social e financiamento do setor

PREFEITO ANUNCIA PRORROGAÇÃO DA ANUALIDADE E OUTRAS MEDIDAS EM REUNIÃO COM O FAS