ONU lança cartilha "Direitos da Mulheres: Prevenção à violência e ao HIV/AIDS", online

A cada 15 minutos, uma mulher é vítima de violência no Brasil. Cerca de 70% das mulheres assassinadas no país foram mortas por seus maridos ou companheiros. Estas e outras informações, incluindo como prevenir, denunciar e onde buscar apoio em casos de agressão são apresentadas na cartilha "Direitos da Mulheres: Prevenção à violência e ao HIV/AIDS", lançada pelo ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados) em parceria com a ONU Mulheres, o UNFPA (Fundo de Populações das Nações Unidas), a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o UNAIDS (Programa Conjunto das Naçoes Unidas sobre HIV/Aids).

A cartilha é um material de apoio para as mulheres vítimas de violência e para pessoas que atuam no enfrentamento à violência contra a mullher. A publicação, distribuída no Amazonas e na Bahia, também está disponivel online. Além de trazer informações sobre direitos reprodutivos, sexualidade, legislação e violência de gênero no Brasil,  o guia lista os telefones e endereços de instituições que oferecem apoio a mulheres agredidas no Amazonas e na Bahia. O serviço Ligue 180, criado pela SPM (Secretaria de Políticas para as Mulheres) e disponível em todo o território nacional, oferece orientações específicas para outras localidades.

A cartilha alerta também sobre a relação entre a violência, ou mesmo o medo de ser agredida, e a vulnerabilidade da mulher à infecção pelo HIV/AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis. O temor de sofrer agressão física ou psicológica pode, por exemplo, fazer com que a mulher aceite relações sexuais desprotegida.
 do SPM
(Brasília, 11/01/2011)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

URGENTE! PUBLICADO A SENTENÇA ARBITRAL DO DISSÍDIO COLETIVO DA CATEGORIA!

Legislação Participativa debate direito à assistência social e financiamento do setor

PREFEITO ANUNCIA PRORROGAÇÃO DA ANUALIDADE E OUTRAS MEDIDAS EM REUNIÃO COM O FAS