Comissão continua a discutir custos reais dos serviços de assistência social

Em debate a reposição salarial de funcionários de organizações sociais parceiras e a negociação sobre data-base do reajuste dos convênios firmados

Juvenal Pereira - CMSP
Alfredinho Vereador Alfredinho (PT) repassa propostas com o grupo de trabalho

Nesta terça-feira (26/10), a Comissão Extraordinária de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente e da Juventude continua a discutir a atualização da Lei de Parcerias. O grupo de trabalho formado no âmbito da Câmara com essa finalidade apresentou mudanças com relação a três dispositivos.
 
O GT discute a data-base a ser fixada para o reajuste anual dos convênios assinados entre a Prefeitura (leia-se Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social) e as entidades parceiras. A proposta também prevê que os convênios não tenham reajuste inferior à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ou outro índice inflacionário que venha a substituí-lo.
 
O GT também propõe que parcela adicional deve ser concedida às entidades conveniadas para custear serviços e manutenção, caso haja necessidade. A proposta de alteração não visa impor à Prefeitura esse adicional.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

URGENTE! PUBLICADO A SENTENÇA ARBITRAL DO DISSÍDIO COLETIVO DA CATEGORIA!

Legislação Participativa debate direito à assistência social e financiamento do setor

PREFEITO ANUNCIA PRORROGAÇÃO DA ANUALIDADE E OUTRAS MEDIDAS EM REUNIÃO COM O FAS