Coordenador da Fundação Casa é morto na zona leste de São Paulo

O funcionário da Fundação Casa (ex-Febem), Sidnei Golçalves, 39, morreu ontem à tarde após ser baleado ao sair da casa de parentes. Ele estava de folga e foi alvejado na rua Henry Fuseti, no jardim Sinhá, zona leste de São Paulo.
Uma criança de 3 anos que estava na rua foi atingida na cabeça. Ela foi encaminhada em estado grave para o hospital do jardim Iva e depois para o Hospital São Paulo, onde seria submetida a uma cirurgia, segundo informações da polícia.
Gonçalves foi atingido na perna e na testa. Segundo o delegado André Luiz Barbosa, os primeiros indícios indicam homicídio, pois nenhum dos pertences de Gonçalves foi roubado.
De acordo com o delegado, os atiradores estavam em duas motos --uma delas foi deixada no local do crime, porém estava sem placa e com a numeração do o chassi raspado, o que impede a localização do proprietário. Os criminosos fugiram.
Gonçalves trabalhava havia oito anos na Fundação Casa e, segundo a assessoria de imprensa da Fundação, não há registro de problemas nos prontuários do funcionário.
Ele exercia o cargo de coordenador de equipe e era responsável pelos outros agentes, além de ser agente de apoio sócio educativo.
fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u723833.shtml

"Coordenador da Fundação CASA é morto na zona leste de São Paulo...".
Coordenador da Fundação Casa assassinado temia por família
Segundo viúva da vítima, ele evitava ser visto com os filhos.
Crime foi na madrugada desta quarta-feira em SP.

A viúva do coordenador da Fundação Casa (antiga Febem) que foi morto na madrugada desta quarta-feira (21), em São Paulo, disse que o marido temia pela segurança da família. Segundo Cristiane Mendonça, Sidney Gonçalves evitava ser visto com ela e os filhos.
“Ele tinha medo das pessoas ver ele junto com a gente no caso de expor a mim e as crianças, a família. Então ele sempre saía fora assim”, conta Cristiane.
Sidney foi morto na frente da casa da enteada, em Sapopemba, na Zona Leste da capital paulista. A polícia diz que os assassinos estavam em uma moto, que foi abandonada depois do crime, sem placa e com o número do chassi raspado.
fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2010/04/coordenador-da-fundacao-casa-assassinado-temia-por-familia.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

URGENTE! PUBLICADO A SENTENÇA ARBITRAL DO DISSÍDIO COLETIVO DA CATEGORIA!

Legislação Participativa debate direito à assistência social e financiamento do setor

PREFEITO ANUNCIA PRORROGAÇÃO DA ANUALIDADE E OUTRAS MEDIDAS EM REUNIÃO COM O FAS