Estadão publica reportagem sobre a situação das pessoas em situação de rua

Kassab fecha albergues e lota ruas, com esta manchete sugestiva na edição de 04 de fevereiro de 2010, o jornal O Estado de São Paulo trás ampla reportagem sobre situação da população de rua vítima do descaso da administração municipal, comandada pelos atuais gestores municipais. Entre os assuntos é tratado o fechamamento da República adminsitrada pela AEB (que foi denunciado por este blog) e o fechamento dos albergues na região central (que foi um das iniciativas  da manifestação do último 13 de novembro do FAS).
A reportagem completa está no Estadão desta quarta-feira, 04 de fevereiro. Vale a pena conferir. Veja abaixo um resumo do que foi distribuído pela Agência Estado.

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo pretende encerrar, neste ano, os serviços de mais dois albergues para sem-teto: o República Condomínio AEB, com 85 vagas, e o Pedroso, com cerca de 400. O centro de São Paulo e bairros próximos já perderam, em dois anos, quase 700 leitos em albergues municipais. A medida eleva a conta para mais de mil vagas extintas.
As consequências dessas medidas são vias e praças ocupadas por uma massa cada vez maior de moradores de rua. Segundo estimativa da Associação Viva o Centro, são 2 mil na região. "E o número tem aumentado com o fechamento dos albergues", afirma o superintendente da instituição, Marco de Almeida.
Ele diz que essa população cresceu na Avenida Duque de Caxias, na Praça da República e no Largo do Arouche. O Movimento Nacional da População de Rua estima que 15 mil pessoas vivam nas vias da capital (quase 5 mil a mais que há sete anos).
Desde 2008, a Prefeitura desativou dois albergues no centro: o Jacareí (antigo Cirineu), com quase 400 vagas, e o Glicério (conhecido como São Francisco), com 300 leitos, segundo a Secretaria de Assistência Social (Seads). "Mas chegamos a abrigar mais de 700 pessoas", relata frei José Santos, que administrava o Albergue do Glicério. "É claro que a maioria voltou às ruas." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/geral,prefeitura-de-sao-paulo-fecha-albergues-para-sem-teto,506287,0.htm

Veja mais: Famílias temem ter que voltar às ruas: http://www.estadao.com.br/noticias/geral,prefeitura-de-sao-paulo-fecha-albergues-para-sem-teto,506287,0.htm
Resposta da prefeitura e do Movimento Nacional de População de Rua: http://www.estadao.com.br/noticias/geral,prefeitura-diz-que-albergues-fechados-eram-precarios,506308,0.htm

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

URGENTE! PUBLICADO A SENTENÇA ARBITRAL DO DISSÍDIO COLETIVO DA CATEGORIA!

Legislação Participativa debate direito à assistência social e financiamento do setor

PREFEITO ANUNCIA PRORROGAÇÃO DA ANUALIDADE E OUTRAS MEDIDAS EM REUNIÃO COM O FAS