Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

verba complementar

Imagem

Deliberações do FAS

com a sociedade:
1. continuar o diálogo com a sociedade , através da mídia, internet e outros meios, informando o que é e como está a assistência social na cidade de São Paulo: direito do cidadão e dever do estado.
2. Informar a sociedade os não reajustes dos convênios nos últimos três anos e a falta de perspectiva de reajuste para 2010. Isto resultará na paralização da rede socioassistencial se nada for feito.

com o legislativo:
1. Requerimento de ampliação do Orçamento no Fundo Municipal de Assistência Social no valor de 25%, especificamente nos elementos de despesas referentes aos convênios (Pessoa Jurídica). Enfatizando que o percentual de ampliação destina-se ao reajuste dos Convênios da Proteção Social Básica e Especial, percentual que atinge o total de R$ 62 milhões nas referidas ampliações.
2. Enviar aos parlamentares municipais e-mail solicitando que votem na proposta de suplementação de verbas para a Assistência Social.
3. Vigília em defesa da Assistência Social (virada social),de…

ato no estadao

O jornal O Estado de São Paulo divulgou o ato em defesa da Assistência Social ocorrido no último dia 13 de novembro em frente a Prefeitura Municipal de São Paulo.
Para acessar e comentar:
http://blog.estadao.com.br/blog/metropole/?title=entidades_de_assistencia_social_protesta&more=1&c=1&tb=1&pb=1

orçamento assistência social - audiência pública

Conforme o calendário da Câmara, está agendada para segunda-feira, 23 de novembro, a audiência pública sobre o orçamento da assistência social.
Neste momento, é o ato mais importante de luta para a valorização da Assistência Social como política pública de direitos de todos os cidadãos paulistanos.
Por isso, esteja presente.

Importante: A secretaria, Dra. Alda Marco Antonio, também estará presente.

Data: 23 de novembro – Segunda-feira
Tema: - SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL - SECRETARIA DE PARTICIPAÇÃO E PARCERIA
Horário: 11:00 às 13:00 h
Local: Câmara Municipal de São Paulo – Plenário 1º de Maio - 1º andar.

Relatório de visita a Praça Marechal Deodoro e região

Objetivo: avaliar situação de moradores de ruas e localizar moradores com deficiência
no local, baseado em denúncia da instituição APABB.
•Conforme solicitado segue relato de vistoria, trecho compreendido entre a Angelica e metro
Santa Cecilia( Minhocão).

Registro Fotográfico do local demonstra:
Cerca de trinta pessoas com diversos tipos de problemas HIV(maioria), câncer, protese na perna, mobilidade reduzida, maior número de usuários de crack.
•A maioria não quer ficar no albergue devido a maus tratos furtos de objetos pessoais e horário.
•As mulheres se queixam da falta de opção de locais só para mulheres.
•Os que precisam de medico reclamam que alguns exames de urgencia chegam a demorar
mais de seis meses para serem realizados.
•Nas imediações existe uma quantidade muito grande de usuários de crack que gostariam dese tratar mais não conseguem local.
•Nem todos puderam ser fotografados, o moradores reclamam que existe uma ação por parte dos comerciantes afim de inibir a presença destes morado…

ato público em imagens

Imagem

Assistência Social na mídia

No domingo, 15 de novembro, o Estadão traz na sua opinião-editorial o artigo: dificuldade na assistência, que retrata a luta do FAS e o descaso do poder público municipal.
Acesse: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20091115/not_imp466586,0.php
Mais informações: http://www.forumassistenciasocial.blogspot.com/
http://twitter.com/fassp

Manifestação de assistentes sociais reúne 2 mil em SP

Cerca de dois mil manifestantes estão reunidos na região central de São Paulo desde a manhã de hoje para celebrar o dia da Assistência Social, informou a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Concentrado no Viaduto do Chá, o grupo é composto por trabalhadores e entidades da área que, além de prestigiar o dia da categoria, denunciam o que chamam de política higienista, a impunidade e o descaso frente aos assassinatos e violências contra pessoas em situação de risco social na capital paulista.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência e Educação à Criança ao Adolescente e à Família do Estado, que também participa do ato, os manifestantes querem denunciar o descaso do Poder Público em relação à Assistência Social e à situação das organizações sociais na cidade. Eles exigem também a implantação de políticas inclusivas de proteção e acessibilidade para pessoas com deficiência.

Fonte: Agencia O Estado
http://www.atarde.com.br/brasil/noticia.jsf?id=1279402
http…

ato em defesa da assistência social

Reunindo mais de duas mil pessoas, aconteceu a celebração do Dia Municipal da Assistência Social na Cidade de São Paulo.
O evento aconteceu em frente a Prefeitura Municipal de São Paulo e teve como objetivo defender a implantação de políticas públicas de direito universal acessível para todos os cidadãos que vivem na cidade.
Na ocasião representantes de classes, trabalhadores, organizações, usuários e lideranças políticas e religiosas se pronunciaram a respeito das inquietações da assistência social na maior metrópole da América do Sul.
Deixe abaixo seu comentário sobre o evento ou envie para forumassistenciasocial@bol.com.br

Assistência Social na Cidade de São Paulo

A assistência social, juntamente com a saúde e previdência social, faz parte da seguridade social. Ela é direito do cidadão e dever do Estado (Constituição Brasileira). A assistência social deve prever os mínimos sociais de cidadania e é realizada através de um conjunto integrado de iniciativa pública e da sociedade (Lei Orgânica da Assistência Social). É política pública de direção universal e não contributiva, capaz de alargar a agenda dos direitos sociais a serem assegurados aos brasileiros, de acordo com as suas necessidades e independentemente de sua renda, a partir de sua condição inerente de ser de direitos. Ela deve possibilitar aos usuários o acesso a bens e recursos e propiciar o desenvolvimento de capacidades para maior autonomia (NOB/SUAS).
A sociedade civil, nos últimos anos, constata uma deterioração do diálogo político e técnico entre ela e o Poder Executivo Municipal, o que fragiliza em tornar a assistência social política de proteção social para todos na maior metrópol…

Ato público do FAS é notícia

Sem aumento há três anos, assistência social em SP ameaça parar
Organizações sociais fazem manifestação nesta sexta-feira (13) para chamar atenção para serviços que atendem crianças, pessoas com deficiência e adultos abandonados
Por: João Peres
Publicado em 10/11/2009, 13:49
Última atualização em 13:49

Está marcado para sexta-feira (13) em São Paulo um ato contra as restrições feitas pela prefeitura de São Paulo às verbas para assistência social. As organizações sociais que prestam serviços ao setor reclamam que há três anos não recebem reajuste da administração de Gilberto Kassab (DEM-SP).

O orçamento apresentado pelo Executivo para o próximo ano prevê R$ 330 milhões para a assistência social, quantia considerada muito baixa para um total de R$ 28 bilhões. Nos cálculos do Fórum de Assistência Social da Cidade de São Paulo, o setor deveria receber em torno de R$ 1,5 bilhão para atender à população em situação de rua, às pessoas com deficiência, crianças, adolescentes e idosos.

O padre Lédio …

Abandono da assistência social pela prefeitura de São Paulo é alvo de protesto

Escrito por Sindicato dos Bancários de São Paulo
12/11/2009

São Paulo - As oficinas de capoeira, dança e música costumavam animar as 120 crianças e adolescentes carentes atendidos pelo Instituto Rogacionista Santo Aníbal. Educadores especializados, chamados de oficineiros, primavam pela qualidade das aulas e criavam vínculo com os jovens que encontravam na arte a possibilidade de um futuro melhor. Mas o descaso da Prefeitura de São Paulo com a área de assistência social acabou com essas oficinas.

"A administração municipal nos repassa R$ 192 por mês para pagar um oficineiro, só que não conseguimos encontrar nenhum profissional que aceite receber só isso e tivemos de abrir mão dessas atividades. As crianças sentem muita falta. Atendemos jovens de 6 a 14 anos, se a gente não oferecer uma grade interessante, eles desistem e vão embora. E, se essas crianças forem para as ruas, infelizmente a gente sabe o que vai acontecer", conta Dulcinea Pastrello, gerente executiva do Instituto R…

Assistência Social em SP está estagnada

Imagem
Afirmando que desde 2008 o fundo e atendimento congelaram e, por isso, as entidades protestam, o jornal O Estado de S. Paulo traz ampla reportagem sobre a situação da assistência social na cidade. A reportagem completa está nas páginas C-1 e C-3 da edição de terça-feira, 10 de novembro de 2010.



clic nas imagens para ampliá-las

Sexta-feira, 13

A próxima sexta-feira, treze de novembro, será um dia histórico para a cidade de São Paulo.
Será o primeiro ato público celebrando o dia da assistência social na cidade.
Sociedade civil e todos os atores sociais estão convocados para este dia de luta e de defesa da assistência social como política de direitos que deve ser dirigida para todos os cidadãos.

Chega de assistência social clientelista e assistencialista!
O direito constitucional deve se estabelecer na cidade de São Paulo!

O poder público deve assumir a causa da assistência social como prioridade!
Só financiamento público justo e adequado constrói uma nova realidade social!

Vista-se de branco e assuma esta luta.
Sexta-feira, 13 de novembro.
Horário: 10 às 13 horas.
Local: Viaduto do Chá, 15 - Prefeitura Municipal de São Paulo.

Pauta da manifestação:
- Denúncia da política higienista.
- Impunidade e descaso frente aos assassinatos e violências contra os mais vulneráveis em situação de risco social ou pessoal na cidade de São Paulo.
- Denúnc…